O Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretaria do Audiovisual (SAv), lançou a primeira versão de repositório on-line com todas as edições da Revista Filme Cultura. Relançada no último dia 1º de julho durante a 16ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, a publicação é uma das mais importantes do País na divulgação e no debate sobre o cinema nacional. O repositório traz a possibilidade de busca por metadados e pode ser acessado neste link.

O objetivo do repositório, de acordo com a Secretaria do Audiovisual, é permitir o acesso on-line a todos os exemplares da Revista Filme Cultura. “A criação de um portal institucional que disponibilizasse todo o acervo da Filme Cultura foi prioridade no nosso planejamento de relançamento da revista”, destaca a secretária do Audiovisual do MinC, Mariana Ribas. “Lançar os conteúdos on-line, com possibilidades de busca e categorização de dados, é um ganho para a revista e para todos os interessados em audiovisual”, completa.

O portal foi construído a partir da solução tecnológica Tainacan, desenvolvida pela Universidade Federal de Goiás (UFG). O Tainacan é uma plataforma de gestão de acervos digitais, que apresenta possibilidades de participação social e gestão descentralizada. Outro ganho da utilização do Tainacan é a integração de diferentes tipos de acervos e a categorização e indexação de dados.

Histórico

A Revista Filme Cultura é um periódico sobre cinema brasileiro criado em 1966 e que vem sendo editada desde então, com algumas pausas. A revista tem importante papel na divulgação, reflexão e debate sobre o cinema nacional, apresentando artigos sobre estética e técnica cinematográfica, ensaios, reportagens, depoimentos, entrevistas, legislação e material iconográfico.

Com o tema “Infância – Cinema – Futuro”, a 62ª edição da Revista Filme Cultura, lançada na última semana, busca investigar como o audiovisual voltado ao público infantil tem sido produzido e recebido pelas crianças ao longo da história do cinema brasileiro. Além disso, a revista procura identificar a importância, a particularidade e o espaço que é dedicado ao segmento do audiovisual voltado para crianças no Brasil.

No final de 2016, foi lançado edital para selecionar artigos que trabalhassem o tema cinema e infância. Foram contemplados oito trabalhos de formatos diversos, dentre artigos, entrevistas, críticas de filme e outros, para compor as várias seções da Filme Cultura. Além disso, foram convidados articulistas para que expressassem suas percepções sobre o cinema infantil e sobre a representação da infância no audiovisual.

A Filme Cultura é uma realização da Secretaria do Audiovisual, em parceria com o Centro Técnico Audiovisual (CTAv), Cinemateca Brasileira e Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp).

Fonte: Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura.