Este mês, desembarca no Rio de Janeiro a 10ª edição da APEX – Audiovisual Preservation Exchange, que acontece de 2 a 15 de junho. O APEX é um projeto idealizado pela Tisch School of Arts, de Nova Iorque, que visa promover a colaboração internacional e o diálogo acadêmico sobre preservação de filmes e mídias para salvaguardar o patrimônio audiovisual mundial. A cada ano, é escolhido um país diferente para sediá-lo e, em 2018, caberá ao Brasil essa honra, tendo a Universidade Federal Fluminense – UFF como anfitriã oficial.

Nos dias 2 e 3 de junho, acontece o Encontro Apex 10 no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro –MAM RJ. Nele, os representantes dos arquivos latino-americanos participantes de outras edições vão se reunir com os desta para traçar um balanço das atividades e seus resultados, assim como para discutir e planejar outras estratégias de diálogos e trocas entre a comunidade de arquivos audiovisuais. Já no dia 4, o Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro receberá funcionários, membros do administrativo das instituições, participantes, funcionários, alunos e professores da UFF e o público em geral, em uma apresentação que marca a abertura oficial do projeto. A entrada está limitada à capacidade do auditório.

Os trabalhos técnicos têm início, efetivamente, a partir do dia 4, quando a equipe da Tisch passa a visitar os arquivos envolvidos, a saber, pertencentes ao Centro Técnico Audiovisual (CTAv), Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-RJ) e Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro (AGCRJ), a fim de trocar com as equipes responsáveis conhecimentos e habilidades em áreas como inspeção e cuidado de materiais audiovisuais, catalogação, gerenciamento de metadados, digitalização, preservação digital e acesso a coleções.

Confira a programação completa da APEX 2018 no site da UFF.

Para saber como foi a edição passada, em Cartagena, na Espanha, acesse aqui.

 

 

13º Encontro Nacional de Arquivos e Arquivos Audiovisuais Brasileiros

Terminada a agenda do APEX, o CTAv segue para participar do 13º Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros, outro importante evento sobre preservação, que acontece de 14 a 18 de junho, durante a Mostra de Cinema de Ouro Preto. O  foco é discutir as “Fronteiras da Preservação Audiovisual” em uma programação que inclui, além da Mostra Preservação, debates, diálogos da preservação, cases de restauro, master class internacional, workshop internacional e a realização da Assembléia Geral da ABPA. O assunto, inclusive, é tema deste ano da Mostra de Cinema de Ouro Preto, onde a curadoria propõe refletir e celebrar o audiovisual como história e patrimônio.

Confira a programação completa aqui.