Hoje foi realizado no CTAv um workshop sobre os laboratórios de filme na América Latina e os possíveis diálogos dos arquivos com essas empresas. Estiveram presentes para falar do assunto Bill Brand, Juana Suárez, Shahed Dowatshahi e Erica Lopez,  do Programa de Mestrado em Preservação e Arquivística Audiovisual da New York University.

A equipe da Tish vai agora analisar a coleção escolhida pelo CTAv, que abrange 37 fitas magnéticas 1/4’’ de áudio e 9 materiais de imagem (filme 16 mm)  que pertencem ao Projeto “Memória”, possivelmente uma produção do Setor de Rádio e Televisão da Embrafilme no ano de 1979. São entrevistas feitas por Alex Viany e Jurandyr Passos Noronha com personalidades do cinema brasileiro como os diretores Humberto Mauro e Luiz de Barros, o ator Rodolfo Arena, o crítico Pedro Lima e o técnico de som César Cabo de Abreu.

As equipes começam o processo com a digitalização das fitas de áudio, usando equipamento da área técnica do CTAv para avançar com a pesquisa sobre essa coleção para, depois, poder correlacionar as fitas de áudio aos seus respectivos rolos de filme. A escolha desse material tem em vista aprimorar as técnicas de digitalização de som da equipe de acervo do CTAv, que poderá utilizar esse conhecimento em processos futuros de identificação, incorporação e catalogação do restante do acervo de fitas magnéticas de áudio rolo aberto do CTAv, que tem hoje, aproximadamente, 760 estojos.

Saiba a programação completa da APEX aqui.