De 25 a 29 de março, o CTAv realiza a Semana da Mulher, trazendo uma rica programação voltada a apresentar, discutir e homenagear a presença feminina no audiovisual.  Segundo a coordenadora geral do CTAv, Daniela Pfeiffer, a Semana “tem como um de seus objetivos lançar luz ao debate sobre a presença da mulher no mercado audiovisual independente. No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, incluímos em nosso calendário uma série de ações e seminários que lembrarão as lutas e conquistas das mulheres, especialmente a sua participação e papel no audiovisual.”

Na programação constam ao total três mesas, que abordam diferentes recortes: mulheres negras, mulher trans e mercado feminino audiovisual, e uma mostra dedicada exclusivamente a filmes dirigidos por mulheres. As atividades acontecem sempre das 14h às 17h, na sede do CTAv, que fica localizado na cidade do Rio de Janeiro.

As inscrições estão abertas aqui até 18/03. São 50 vagas para participar de cada mesa e 25 lugares para assistir a mostra, sendo o preenchimento feito segundo a ordem de inscrição, priorizados aqueles que tenham renda mensal familiar inferior ou igual a 03 (três) salários-mínimos (R$2.994,00).

Confira abaixo mais detalhes e participe!

 DIA 25/03


Mesa:  Mulheres Negras no Audiovisual.

Integrantes:

Marina Alves – Fotografa,  operadora de câmera, Professora da UERJ,  com projetos junto a Anistia Internacional, Festival FotoRio2018, Núcleo Agoyá;

Thais Rosa –  Turismóloga, pesquisadora e empreendedora. Mestre em Memória Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro(UNIRIO) e Analista Ambiental e Gestão do Território (ENCE). Fundadora da Conectando Territórios que busca aproximar a história, memória e cultura de comunidades tradicionais brasileiras. Idealizadora e diretora da websérie NZINGAS: Travelling Black Queens.

Lourence – Cozinheira, estudante de Gastronomia, doutoranda em Nutrição, pesquisadora da Cozinha de Santo e Cozinha Afro-brasileira.

Janaína Oliveira: Pesquisadora e curadora, Janaína Oliveira é doutora em História, professora no IFRJ (Instituto Federal do Rio de Janeiro), e Fulbright Scholar no Centro de Estudos Africanos na Universidade de Howard, em Washington D.C. nos EUA.  Atualmente é curadora do Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul (RJ), do FINCAR (Festival Internacional de Realizadoras / PE) e do Festival Les Nuits d’Abidjan (Costa do Marfim). É também consultora de filmes da África e da diápora negra para o Festival Internacional de Locarno (Suíça). É idealizadora e coordenadora do FICINE, Fórum Itinerante de Cinema Negro FICINE.

Mediadora: Angélica Ferrarez – Historiadora, Apresentadora do Rodadas, Pesquisadora da História e memória do Samba.

DIA 26/03


Mesa: Mercado Audiovisual Feminino.

Integrantes:

Paula Alves – Formada em Cinema pela UFF. Mestre em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais e Doutoranda em População, Território e Estatísticas Públicas pela ENCE/IBGE. Diretora, curadora e produtora do Femina – Festival Internacional de Cinema Feminino. Pesquisadora do GRAPPA – Grupo de Análises de Políticas e Poéticas Audiovisuais e do GRUA – Grupo de Reconhecimento de Universos Artísticos/Audiovisuais. Tem experiência nas áreas de Pesquisas Sociais, Demografia, Cinema, Produção Cultural, Imagem e Representação, Gênero, Cor/Raça, Movimentos sociais e urbanos, Direitos Humanos e Mercado de Trabalho;

Flavia Candida – Produtora cultural, cineasta, curadora audiovisual e analista de projetos oriunda do curso de cinema da Universidade Federal Fluminense,  aonde dirigiu o curta O Metro Quadrado, vencedor do Prêmio Especial do Júri no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro em 2002.

Karla Holanda – Professora e atual chefe do Departamento de Cinema e Video da Universidade Federal Fluminense, é doutora em Comunicação (UFF), onde estudou a produção documentária independente, centrando-se no Programa DocTV; é mestra em Multimeios (Unicamp), onde desenvolveu pesquisa sobre o documentário feito no Nordeste.

Nina Tedesco – Diretora de fotografia e professora da Universidade Federal Fluminense. Pesquisa questões de gênero e sexualidade no audiovisual, com ênfase na produção latino-americana. É uma das organizadoras do livro Feminino e plural: mulheres no cinema brasileiro (2017).

Mediadora: Tetê Matos – Doutora em Comunicação pela UERJ (2018) e mestre em Ciência da Arte pela UFF (2000). Desde 1997 é professora do curso de Produção Cultural da UFF. Dirigiu os documentários premiados “Era Araribóia um Astronauta?” (1998), “A Maldita” (2007) e “Fantasias de Papel” (2015) e “Maldita FM” (2019) em fase de finalização. Exerce atividades de curadoria e consultoria em mostras e festivais. Foi diretora do Araribóia Cine – Festival de Niterói (2002 e 2013).

DIA 27/03


Mesa: Representatividade Trans no Audiovisual

Integrantes:

Joana Quitta – Conhecida por sua militância. Travesti periférica, é fundadora do grupo Baphos Periféricos e atua no Observatório de Favelas.

Vivian Fróes – Artista trans. Cantora, pianista, treinadora vocal, regente, professora e professora de música.  (ela atua na área musical, mas produz conteúdos audiovisual para Youtube – mas não precisa colocar)

Mediadora: Dandara Vital – Atriz, diretora e coordenadora do Projeto Trans+Respeito, um projeto de inclusão social de travestis, mulheres trans e homens trans. É também Assessora de Cultura, ambos pela Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (Ceds Rio). A partir de sua vivência como uma mulher trans no teatro, mobilizou muitos movimentos que denunciam a falta de representatividade trans nas artes.

DIA 29/03


Mostra Olhares Femininos  – Sessão de curtas metragens produzidos pela Programadora Brasil (Evento interno e externo).

Filmes da mostra:

Cartão Vermelho, de Laís Bodanky.

Três Minutos, de Ana Luiza Azevedo.

Messalina, de Cristiane Oliveira

Desventuras de um dia, ou a vida não é um comercial de margarina, de Adriana Meirelles.

Dalva, de Caroline Leone.

Estória alegre, de Cláudia Pucci.


SERVIÇO:

Centro Técnico Audiovisual – CTAv
Local: Avenida Brasil, 2482 – Benfica. Rio de Janeiro/RJ
Telefone: 21 3501-7803
Email: formacao.ctav@cultura.gov.br