Um registro histórico das belezas naturais brasileiras!

 

CONFIRA  A  PROGRAMAÇÃO

Para assistir, clique na imagem do filme desejado.

TAIM

1979 | cor | 31 min
Companhia (s) produtora (s): Departamento do Filme Cultural; Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.; Sema – Secretaria Especial do Meio Ambiente Direção: Lyonel Lucini
______
.
“Ecologia – o eco sistema, reserva natural do sul do país – RS (entre as lagoas Mirim) mostra a harmonia entre a natureza e os animais”.

ENFOQUE TEMA: ÁREAS VERDES

1974 | cor | 11 min
Diretor: Ruy Santos
Produtor: INC
______
.
As áreas verdes e o seu silêncio, a beleza plástica das árvores, os lagos românticos com suas plantas aquáticas.

O CAJUEIRO NORDESTINO

1962 |35mm | p&b
Produtora(s): INCE – Instituto Nacional de Cinema Educativo; Aruanda Filmes Ltda.; Instituto Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais Direção, argumento e roteiro: Linduarte Noronha
Estória: Baseada na monografia “O Cajueiro nordestino” de Mauro Mota
______
.
Ao som de “Cajueiro Tim-Tim-Tim”, vários cajueiros são focalizados com bovinos à sombra. Folhas e frutos do cajueiro expostos à chuva. Ao som de “O carreiro Santiago”, cachos de caju são destacados.

FLOR DE PEDRA

1975 | cor | 15 min
Diretor: Tato Taborda
Produtor: Embrafilme

______
.

“A cidade do sul mineiro, São Tomé das Letras, fundada em 1785, está pousada sobre um reservatório de quartzito e ao mesmo tempo sobre uma reserva floral valiosa. O filme trata das modificações ecológicas e sociais ocorridas no tempo”. (INC/CESD)

O JOÃO DE BARRO

1956 | p& | 35mm, Diretor: Humberto Mauro
Produtor: INCE
Fotógrafo: José Almeida Mauro 
______
.

Uma rápida sucessão de ninhos inicia este filme que registra os hábitos do João de Barro, pássaro cor de ferro, papo branco e cauda avermelhada. Acompanha a engenhosa confecção da casa de barro armado. Detalhes da postura, da incubação e da alimentação dos filhotes.

MUNDO À PARTE II - OS ANOS NA SELVA

1970/1976 | cor | 30min | 16mm
Direção / Roteiro / Montagem / Fotografia : Arne Sucksdorff
Produção: Radio e TV Sueca e Instituto Nacional do Cinema (INC)
______
.
Uma viagem nas selvas do Pantanal mato-grossense: fixação de acampamentos; 150 km de percurso Pantanal adentro: o convívio com animais selvagens, as riquezas naturais; os animais, seu habitat, e a importância de várias espécies no equilíbrio do mundo animal.

ORCHIDEAS

1937 | cor | 2min
Produtora: INCE – Instituto Nacional de Cinema Educativo
Direção e Montagem: Humberto Mauro
______
.
Algumas espécies de orquídeas existentes no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Detalhes de um exemplar de Cattleya loddigesii, conhecida por sua beleza e por ter sido a primeira cultivada na Europa, um dos seus labelos é mostrado em destaque. A Laelia purpurata, um dos mais ornamentais exemplares da flora brasileira, encontrada nas ilhas e no litoral de Santa Catarina. A Oncidium papilio, orquídea cujas pétalas, bulbos e labelo se assemelham a uma borboleta. Uma orquídea Zigopetalum mackaii com seus labelos de manchas azuladas, planta comumente encontrada nas pedras lisas do Morro do Corcovado. A Aristolochia gigantea, uma trepadeira de folhas enormes, com belo colorido e propriedades medicinais, também conhecida como “papo-de-peru”.

Sobre a mostra:

______

Em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 05 de junho, o Centro Técnico Audiovisual – CTAv, coordenação-geral da Secretaria Nacional do Audiovisual, lança uma mostra permanente com uma seleção de filmes do acervo.

São 7 títulos dentro do recorte temático que revelam um pouco das belezas naturais do nosso país, com belas imagens de Minas Gerais, Pantanal Mato-Grossense, Nordeste e muito mais!

A fauna e flora brasileira são captadas pelos olhares de diretores renomados, como Arne Sucksdoff, Humberto Mauro e Lyonel Lucini, cujo filme Taim é exibido on-line pela primeira vez.

______