Mixagem com Técnico Credenciado

Regulamento de Serviço

Como o CTAv conta hoje somente com um servidor especialista em mixagem, a unidade conjecturou uma gama de propostas para otimizar e ampliar a utilização de seus estúdios. A ideia é utilizar o período disponível do estúdio, turno da manhã, para possibilitar que mixadores contratados por proponentes de filmes aprovados em “Mixagem com técnico credenciado”, possam se utilizar gratuitamente do equipamento disponível para realizar sua mixagem. Assim, nesta modalidade, o apoio do CTAv é exclusivamente de empréstimo temporário do estúdio para uso previamente definido.

1-DA INSCRIÇÃO

Passo a passo para inscrição em “Mixagem com técnico credenciado” e “Credenciamento de mixador”:

1.1- Verificação no Calendário de Serviços do período de execução mais adequado ao cronograma do filme. O proponente deverá se inscrever apenas no Período de Serviços do ano que possuir as datas de execução compatíveis com as de seu projeto.

1.2- Seleção do serviço “Mixagem com Técnico Credenciado” no menu Serviços ao lado direito da página inicial do site.

1.3- Leitura e aceite do regulamento.

1.4- Definição do proponente, que será:

A) Caso o filme seja de Produtora PESSOA JURÍDICA essa deverá ser obrigatoriamente a proponente do projeto junto ao CTAv. Nessa categoria, encaixa-se qualquer órgão, instituição, empresa ou produtora vinculada à obra. Sendo mais de uma produtora pessoa jurídica, a inscrição deverá ser feita pelo detentor majoritário dos direitos patrimoniais da obra e não outro.
B) Caso o filme seja DESVINCULADO DE PESSOA JURÍDICA, deverá se inscrever o DIRETOR do filme, E SOMENTE ELE, como proponente do projeto. Não serão aceitos projetos cujo proponente seja o produtor ou qualquer outro profissional pessoa física que não o diretor.

1.5- O Proponente do Projeto junto ao CTAv deverá assumir todas as responsabilidades pelo cumprimento do regulamento, bem como pelo zelo ao bem público durante a utilização dos serviços.

1.5.1- A comunicação com o CTAv é realizada única e exclusivamente com o proponente expresso no projeto.

1.5.2- Servidores e terceirizados do Ministério da Cultura e de suas vinculadas não poderão requerer serviços ao CTAv, ainda que seja através de empresa jurídica, assim como os membros da Comissão de Seleção do CTAv.

1.6- Preenchimento do formulário específico de Mixagem com Técnico Credenciado. O formulário é diferenciado e pode ser encontrado no final desta página, ao clicar no botão “Li e concordo com o regulamento”.

1.7- Envio do formulário através do botão ” Enviar” e envio por Carta Registrada ou Sedex de 3 (três) DVDs com o filme já montado e com a edição de som finalizada. Os DVDs devem vir em extensão .MOV e estar em perfeitas condições físicas. O título do filme e o nome do diretor devem vir escritos na mídia.

*Caso o técnico de projeção do CTAv informe que as mídias estão em condições inadequadas ( danificado, em formato diverso, etc) a inscrição não será válida e não entrará na pauta do respectivo período.

1.8- Solicitação simultânea – no mesmo Período de Serviços – de credenciamento junto ao CTAv do mixador contratado pela produção, através do preenchimento e envio do formulário “Credenciamento de Mixador” via Carta Registrada ou Sedex.

1.9- A inscrição só será considerada válida se feita dentro do prazo de inscrição do período desejado. Para efeito de “data de inscrição do projeto” será considerada a data de envio do formulário via site, assim como a data de postagem no caso dos DVDs e formulário de credenciamento do mixador enviados pelos Correios.
Endereço para envio do formulário de credenciamento impresso e mídias (DVDs):

CENTRO TÉCNICO AUDIOVISUAL
A/C Comissão de Seleção
Av. Brasil, 2482
Benfica, Rio de Janeiro – RJ
CEP: 20930-040.

1.10 – Não serão aceitas inscrições presenciais. O CTAv não se responsabiliza por danos causados nas mídias durante seu transporte pelos Correios. O proponente poderá, quando o localizador do objeto nos Correios indicar status “entregue”, enviar email a comunicacao.ctav@cultura.gov.br e confirmar o recebimento e a integridade do material.

1.11- Os projetos habilitados concorrem automaticamente à seleção no período consecutivo de execução de serviços. Caso não selecionado, o projeto pode ser submetido à Comissão por mais uma única vez, desde que solicitada sua reinclusão em pauta no período seguinte pelo proponente. A solicitação deve ser enviada para o email para comunicacao.ctav@cultura.gov.br.

2. DA COMISSÃO:

2.1 – Os projetos inscritos em “Mixagem com técnico credenciado”, assim como as solicitações de “Credenciamento de Mixador” serão submetidos à uma comissão interna designada em Portaria pelo Coordenação Geral do CTAv, e os seus membros serão responsáveis pela seleção dos projetos. Esta Comissão terá a função de:

a. Analisar se os proponentes enviaram a inscrição completa e de acordo com este regulamento;
b. Examinar aqueles considerados ‘habilitados’ e selecionar os que serão atendidos no tempo disponível de execução do respectivo Período de Serviços;
c. Avaliar a adequação do conhecimento do responsável indicado pelo proponente (mixador externo) em relação ao mínimo requerido para a manipulação e segurança do equipamento. Uma vez que a Comissão de Seleção aprove a candidatura de acordo com os termos pré-estabelecidos, o mixador receberá um número de cadastro e estará apto a realizar no CTAv a mixagem do filme, desde que este filme tenha sido também aprovado pela Comissão de Seleção na categoria “Mixagem com técnico credenciado”.
d. Publicar no Portal do CTAv a lista de projetos selecionados.

2.2 – Os critérios que norteiam a decisão da Comissão são:

-Necessidade do apoio do CTAv para a conclusão do projeto.
-Otimização do uso da agenda, com aproveitamento máximo das datas disponíveis com projetos aptos.
-Adequação do equipamento solicitado/serviço com o projeto.
-Prioridade para curtas, médias e, excepcionalmente, longas de baixo orçamento quando dentro das possibilidades do CTAv. (Não são contemplados pelos serviços CTAv obras audiovisuais inteiramente estrangeiras, obras publicitárias, obras seriadas de ficção voltadas ao mercado televisivo, programas de Tv e videoclipes.)
-Desconcentração regional
-Diversificação de proponentes (Projetos de proponente, diretor e/ou equipe técnica contemplados anteriormente só poderão ser aprovados pela comissão e executados caso haja disponibilidade de do estúdio, tendo em vista que o CTAv tem como objetivo a diversidade e a igualdade de oportunidades para todos os realizadores interessados no apoio do CTAv.)

2.3 – Não serão atribuídas notas para cada quesito. A deliberação será feita através de uma avaliação comparativa com os demais projetos inscritos no período e com as decisões tomadas no período anterior, de modo a diversificar as linhas de apoio da Comissão.

2.4 – A Comissão poderá, em caso de vacância na agenda por desistência ou inadimplência na entrega da documentação, deliberar sobre a convocação de projetos do mesmo período aptos tecnicamente, mas não classificados no período em questão, ou dos que tenham solicitado para período subsequente, caso não haja candidato na primeira opção, respeitada a ordem de inscrição e desde que os mesmos estejam prontos para a execução na data disponível. Convocar-se-ão primeiro os pedidos de visionamento de mixagem e, caso não supram totalmente a disponibilidade da agenda do período, serão convocados os projetos de mixagem com técnico credenciado, em ordem sequencial de inscrição, partindo dos remanescentes do período atual aos já inscritos na data para o período subsequente.

2.5 – Casos não previstos no regulamento e excepcionalidades serão decididos pelo Coordenação Geral do CTAv.

2.6 – O resultado será divulgado no site do CTAv na data informada do período e comunicado aos selecionados pelo email informado na ficha de inscrição, sendo de inteira responsabilidade do proponente informar no ato da inscrição seus endereços de e-mails atualizados e a sua conferência.

2.7 – Ressalvamos que, mesmo aprovado o pedido, o estúdio só será disponibilizado se estiver em condições de uso na data.

3 – DOS REQUISITOS:

3.1- Para que o mixador possa ser credenciado ele deve atender aos seguintes requesitos: Possuir experiência comprovada na mixagem de, ao menos, 3 (três) filmes, sendo pelo menos um deles de longa- metragem, e ter o conhecimento acerca da utilização do equipamento abaixo descrito (item 9) que compõe o estúdio do CTAv.

4- DAS PACTUAÇÕES:

4.1 – O caráter de apoio do CTAv nessa modalidade é puramente de infraestrutura ( cessão do estúdio por prazo e período determinado ) ficando a cargo do proponente a seleção, contratação, indicação e supervisão de seu mixador.

5 – DAS VEDAÇÕES:

5.1 – Fica vedada mais de uma inscrição, por proponente e diretor, para o mesmo serviço no mesmo período.

5.2 – O equipamento não poderá ser utilizado para mixagem de outro filme/ projeto que não seja o aprovado previamente pelo CTAv.

5.3 – Não serão aceitos pedidos de adiamento da execução para o período subsequente.

5.4 – O CTAv não arcará com custos de contratação do mixador, nem será responsável pelo resultado final da mixagem executada pelo próprio.

5.5 – Da mesma forma, o mixador do CTAv não estará autorizado a auxiliar o mixador externo, estando ele no ato do credenciamento declarando que conhece o equipamento e sabe operá-lo, assim como tem experiência para executar individualmente o projeto para o qual fora contratado pelo produtora ou diretor.

6 – DOCUMENTAÇÃO

6.1 – A documentação dos proponentes só será solicitada àqueles que forem selecionados pelo CTAv, após a publicação dos resultados. Será requerido que esta documentação seja autenticada ou tenha firma reconhecida, conforme natureza de cada documento, e enviada ao endereço abaixo via SEDEX ou Carta Registrada.

6.2 – O agendamento efetivo do serviço só poderá ser feito após a entrega da documentação solicitada que, além de documentos do proponente selecionado, inclui um Termo de Compromisso a ser OBRIGATORIAMENTE assinado pelo proponente e pelo CTAv. Veja aqui o modelo do termo padrão CTAv.

6.2.1- O selecionado poderá enviar a documentação escaneada por email para o Atendimento CTAv para fins de pré-agendamento, todavia este só será validado quando da chegada tempestiva da documentação via Correios e conferência da conformidade documentação pelo CTAv.

Endereço para envio da documentação dos selecionados:

CENTRO TÉCNICO AUDIOVISUAL
A/C Atendimento CTAv – Dorvalino Antonio Jr.
Av. Brasil, 2482
Benfica, Rio de Janeiro – RJ
CEP: 20930-040.

7.3 – Não serão aceitas entregas de documentação pós-seleção presenciais.

7 – DA CONTRAPARTIDA

7.1 – As contrapartidas institucionais serão estabelecidas no Termo de Compromisso supracitado. Entre elas, exemplificativamente, o proponente contemplado se responsabiliza a entregar ao final do processo um DVD e um HD EXTERNO ( Especificações: CODEC: AppleProRes 422 (HQ), H264 ou outro similar desde que autorizado previamente pelo CTAv, Resolução: HD1080p (1920x1080), Extensão: .MOV) do filme ao CTAv, assim como por incluir a logo ou vinheta do CTAv no filme. Caso não atenda ao disposto, o proponente ficará impedido de se inscrever novamente até o cumprimento das exigências do Termo de Compromisso.

8 – DO AGENDAMENTO

8.1 – As datas solicitadas no formulário são meramente sugeridas, estando TODOS sujeitos ao arranjo estipulado na agenda técnica. Ao se inscrever, o proponente deve ter ciência que não escolherá a data de execução, somente o número de dias necessários para a execução do serviço, respeitando os limites estabelecidos pelo CTAv descritos abaixo.

-Curta: 5 dias úteis consecutivos
-Média: 10 dias úteis
-Longa: 22 dias úteis consecutivos
Turno de execução da mixagem: De 9h às 12h ( Não será permitido adiantar ou ultrapassar o horário estipulado.)

8.2 – O agendamento de serviço dos selecionados será feito pelo CTAv dentro dos dias do respectivo Período, salvo seja expressa pelo CTAv, exclusivamente, a necessidade de alterar o período em razão de operação interna. Não será permitida ao proponente a alteração de data de execução que ocupe o período subsequente àquele em que foi aprovado.

8.3 – O proponente se responsabiliza pela entrega do estúdio utilizado nas condições de uso em que foi disponibilizado e pelo acompanhamento do trabalho até sua total conclusão e aprovação técnica pelo CTAv.

8.4 – Os proponentes selecionados que não comparecerem para execução serviço na data agendada sem justificativa aceita pelo CTAv estarão inabilitados para novas inscrições por dois anos/exercícios consecutivos. Portanto, só devem ser inscritos filmes aptos à execução do serviço nas datas relativas ao Período em questão.

8.5 – Dúvidas sobre inscrições e formulários devem ser encaminhadas para comunicacao.ctav@cultura.gov.br. Questões técnicas devem ser remetidas ao email atendimento.ctav@cultura.gov.br com cópia obrigatória para renato.costa@cultura.gov.br.

9- DAS ESPECIFICAÇÕES DO ESTÚDIO E UTILIZAÇÃO:

Equipamentos disponibilizados no estúdio:
– Mixer D Control Icon 32 Faders
– Protools 9 HD 3
– MAC OSX 10.6.4
– 08 GB DE MEMÓRIA
– Interface 192 I/O
– Interface SINC I/O
– Placa de vídeo AVID MOJO SDI
– DOLBY CP 650
– CEDAR DNS 3000
– Monitoração JBL
– XMON

ANEXOS:

Formulário Credenciamento de Mixador

Termo de Compromisso CTAv