Workshops CTAv – FIRJAN

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

O CTAv realiza em parceria com a FIRJAN seis workshops voltados ao segmento audiovisual. Três deles já estão com inscrições encerradas e os outros três estão recebendo inscrições até 19 de outubro (Fotografia e iluminação no audiovisual, A construção sonora de uma obra audiovisual e Técnicas digitais de fotometria para cinema e vídeo).

Os encontros acontecerão nas datas abaixo, sempre de 13h às 17h, na sede do CTAv, que fica na Avenida Brasil, 1482, no Rio de Janeiro. O preenchimento das vagas é definido por ordem de inscrição, limitado a 50 alunos por workshop. Os participantes devem ser estudantes ou profissionais da área.

CONFIRA AS EMENTAS E FAÇA A SUA INSCRIÇÃO ATRAVÉS DOS LINKS INDICADOS:

31/10 – Fotografia e iluminação no audiovisual (Inscrições encerradas)

A Iluminação como elemento de linguagem visual, os equipamentos utilizados, suas possibilidades de combinação e ajustes, o olhar subjetivo sobre a luz, as características da luz são elementos abordados.

Ministrada por Edinho Alves, técnico em eletricidade e iluminação para cinema e vídeo, já trabalhou em mais de cinquenta longas nacionais e, aproximadamente, vinte produções estrangeiras e Vantoen Pereira Júnior, fotógrafo há 40 anos, atuando em produções cinematográficas, foto jornalística e publicitária, TV e Vídeo.

Ementa:

O enquadramento como narrativa do olhar

Os significados da luz em diferentes propostas de iluminação

Técnicas de fotografia e iluminação natural

07/11 – A construção sonora de uma obra audiovisual (Inscrições encerradas)

A evolução tecnológica proporcionou e vem proporcionando ao cinema a exploração de novas dimensões narrativas e dramáticas para suas estórias. Uma das mais relevantes e que ainda concentra muitos mistérios e mitos é a dimensão sonora, tanto nas telas quanto fora delas. Essa paixão humana pelo som têm proporcionado grandes investimentos e melhorias no mercado audiovisual. Para acompanhar esses avanços, os profissionais de áudio e até do cinema como um todo, precisam se manter atualizados tanto em linguagem sonora quanto em técnicas de produção de áudio.

Ministrada por André Breda, técnico de som, sound designer de espetáculos teatrais, operador de dublagem e produtor musical, e Pedro Coelho, que fez curso de sound design e trabalha na criação filmes de animação e ficção, como “Vidas Cruzadas”, “Missão Madrinhas de Casamento”.

Ementa:

O que é o som? Estímulo sensorial e fenômeno físico.

Qual é e como se dá a nossa relação com ele?

Breve história do som no cinema.

Workflow da produção de áudio para o audiovisual. Da pré-produção até a finalização na pós-produção.

A importância do som na pré-produção.

O áudio na produção e no set.

Etapas da pós-produção.

Explorando a linguagem sonora e as dimensões dramáticas e narrativas do som.

Construindo um conceito sonoro coerente e objetivo para o projeto audiovisual, desde a trilha musical aos efeitos sonoros.

14/11- Técnicas digitais de fotometria para cinema e vídeo (Inscrições encerradas)

As câmeras digitais concentram em seu corpo tecnologias de informática e capacidade de processamento superior aos computadores utilizados há duas décadas. A medição direta da luz incidente ou rebatida através de fotômetros não garante resultados satisfatórios pois as câmeras registram imagens resultantes de um sofisticado processamento. Nesta oficina serão abordadas algumas técnicas de ajuste e monitoração da luz que é impressa pela câmera.

Ministrada por André Monteiro, produtor de audiovisual, que já trabalhou como gerente de operações e engenharia da TV da MultiRio (2002/2009), professor de Fotografia e Vídeo da  OiKabum! Escola da Arte e Tecnologia, Instrutor de Operação de Câmera  do SENAI – Laranjeiras até 2016 e Técnico de Educação do SENAI.

Ementa:

Nesta oficina serão abordadas algumas técnicas de ajuste e monitoração da luz que é impressa pela câmera.

Uso do False Color

Zebra 1 e Zebra 2

Histograma

Waveform

Teoria de processamento da luz captada

10/10 – O mercado audiovisual (Inscrições encerradas)

A constatação da organização da Sociedade pautada pela informação traz novos desafios para o mercado audiovisual. As  organizações públicas e privadas vêm se transformando para capitalizar as relações resultantes deste contexto em constante transformação. Neste sentido serão abordados os temas como: leis de incentivo, o mercado de trabalho, o impacto das tecnologias e os desafios para a formação profissional.

Ministrada por André Monteiro, produtor de audiovisual, gerente de operações e engenharia da TV – MultiRio (2002/2009), Prof de Fotografia e Vídeo – OiKabum! Escola da Arte e Tecnologia, Instrutor de Op. de Câmera _ SENAI – Laranjeiras até 2016. Técnico de Educação -SENAI.

Ementa:

Efeitos da lei 12.485/2011

Suportes e Payers

Perfil profissional contemporâneo

Formação profissional

Informação enquanto Ativo Econômico

17/10 – Esquetes e roteiros (Inscrições encerradas)

A potencialização da ideia pela linguagem do vídeo é elemento de destaque da mensagem no mar infinito de postagens nas redes sociais e players.  Os YouTubers , as agências de comunicação e os “influenciadores digitais”, se utilizam de técnicas de roteiro e esquetes, para capitalizar seus serviços. Serão abordadas: teorias das narrativas, os elementos simbólicos e de linguagem, a performance diante das câmeras, todo o “mise en scene” capaz de agregar valor e interesse às peças produzidas.

Ministrada por Marcos José, ator, fotógrafo, designer e cinegrafista atuante no mercado de audiovisual há mais de 10 anos.

Ementa:

Estrutura narrativa

Elementos simbólicos e de linguagem audiovisual

Atuação com câmera

Posicionamento de câmera

Princípios da edição narrativa

24/10 – A luz no cinema e na tv (Inscrições encerradas)

A iluminação é um dos mais enigmáticos elementos da sétima arte. Característica marcante de diversos gêneros do Cinema (ex. Cinema Noir), tem em sua técnica a capacidade de criar ambientações diversas. A tecnologia digital vem proporcionando à televisão uma aproximação da estética cinematográfica.

Ministrada por Edinho Alves, técnico em eletricidade e iluminação para cinema e vídeo, já trabalhou em mais de cinquenta longas nacionais e, aproximadamente, vinte produções estrangeiras e Vantoen Pereira Júnior, fotógrafo há 40 anos, atuando em produções cinematográficas, foto jornalística e publicitária, TV e Vídeo.

Ementa:

Como relacionar Luz e Gênero Cinematográfico

Como a Iluminação em Tv se aproxima da Linguagem Cinematográfica?

Princípios de iluminação

Mais informações:

formacao.ctav@cultura.gov.br